domingo, 28 de agosto de 2011

Exceções

O que mata é o cotidiano... eu queria só as exceções (Clarice Lispector)

Nenhum comentário:

Postar um comentário